Translate

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O Diário de Nina


Hoje li “O Diário de Nina”, livro que retrata a historia  de  Nina Lugovskaia, uma soviética,  nos momentos que o povo soviético vivia sobre o terror stalinista.
Nina aos 13 anos não deixava de aproveitar sua adolescência, mas já se mostrava uma garota inteligente e madura, e impressionava a  todos pela maneira rápida de entender tudo que ocorria no mundo.
O problema é que agora o Terror era em Moscou, cidade onde morava com seus pais, que foram mortos durante a era stalinista. Nina ao ver os bombardeios começa a se desesperar, então como uma forma de proteção e desabafo resolve escrever um diário sobre tudo que seu povo sofreu durante 5 anos (1932-1937) no domínio de Stalin.
Seu Diário não era uma forma de protesto e sim uma maneira de buscar ajuda dentro de si mesma, já que as pessoas em que confiava tinham sido mortas. Nina pode ser comparada com Anne Frank, pois ambas se mostraram guerreiras quando suas nações passavam por momentos conturbados diante da ditadura de Stalin e Hitler.
E nós que pensávamos que estes sofrimentos só acontecem em filmes e novelas, descobrimos neste livro que isto também ocorre na vida real, com pessoas desconhecidas, mas guerreiras, capazes de sobreviver, apesar de toda crueldade de uma guerra.
Este é o caso de Nina que viveu presa dentro de sua casa sozinha durante 5 anos, com medo de olhar pela janela, pois sabia que se olhasse toda aquela destruição suas forças acabariam em instantes, Nina se mostrou uma das mulheres mais corretas e pacientes do mundo, por isso tem seu nome lembrado até hoje.
Um livro fantástico, capaz de prender e emocionar qualquer leitor.
Recomendo a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário