Translate

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Vida do Padre Antonio Vieira

Meus amigos, hoje cheguei à marca de 1000 livros em 2010, e para fechar este ano com “Chave de Ouro”, resolvi fazê-la lendo a biografia do Padre Antonio Vieira. O titulo da obra é: “Vida do Padre Antonio Vieira”, do escritor português João Francisco Lisboa. 
Este livro relata a história do Padre Vieira, que até hoje é muito conhecido pelos livros “Sermões” que publicou ao longo de sua vida. Na obra o autor revela que logo aos oito anos de idade o Padre Vieira mudou-se para o Brasil, porque seu pai fora nomeado Secretario de Estado. Ao se mudar para o Brasil, ele começa a estudar na Escola dos Jesuítas, e foi considerado um dos alunos mais aplicados, dando prioridades sempre a Deus.

Como sua família não concordava em ele querer se tornar um padre, e diante de tanta dificuldade para convencer a sua família, o Padre Vieira segue seu caminho, foge de casa aos 15 anos e passa a morar no Colégio dos Jesuítas.

Foi assim que o Padre Vieira começou a reparar no seu redor e perceber alguns defeitos que poderiam ser consertados. Começa a escrever seus sermões, que fizeram muito sucesso na Bahia, mas foi somente depois que escreveu o sermão Pelo bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda conseguiu atingir Lisboa e Roma, aumentando muito seu prestigio e seu grau eloqüência em todo o mundo.

Depois disto Padre Antonio Vieira não parou mais de publicar seus sermões. Escreveu sobre os mais diversos assuntos, e também fez estes sermões oralmente. Sua maneira de falar era fantástica, pois conseguia prender o ouvintes, fazendo-os acreditar em suas palavras e as levassem pelo resto da vida. Ele tinha o dom da oratória. Falava em publico como poucos naquela época e poucos falariam igual nos dias de hoje.

No sermão do Bom Ladrão ele relata que um bom ladrão não rouba uma bala, uma bolsa ou assalta uma casa. O bom ladrão rouba algo grandioso, por exemplo, um banco; um objeto de muitíssimo valor. Ai pode ser considerado um bom ladrão. Outro sermão muito conhecido é o da Sexagésima. Neste, Padre Antonio Vieira ensina como cada pessoa pode melhorar a oratória mostrando os momentos em que se deve utilizar palavras mais formais ou informais, os momentos que se deve ou não elevar o tom de voz.

Foi nesta de vida de vários sermões e muito reconhecimento, que Padre Antonio Vieira superou a falta de sua família desde que fugiu de casa. Superou também as diversas criticas que caiam sobre ele, mas cumpriu sua missão no Brasil e na Terra, expondo suas idéias e dando uma nova face para a oratória. Faleceu no ano de 1655, aos 58 anos de vida.

Um livro fantástico.

Recomendo a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário