O Dilema do Onívoro

Em “O Dilema do Onívoro” o autor americano Michael Pollan, mostra toda a trajetória dos alimentos que ingerimos, revelando todo processo obtido por um ingrediente momentos antes de chegar aos nossos pratos. Então ele exemplifica dizendo que ao ler um rótulo de qualquer alimento ele sempre faz viagens ao local de origem para pesquisar a como aquele tal produto formou-se em um alimento tão saboroso e até refinado.
Foram nessas viagens que Michael resolveu conhecer algumas grandes empresas como McDonald’s o maior e mais bem sucedido fast-food do mundo. ‘Mas será que este lanche tão saboroso e com a aparência tão bonita é saudável?’. Não pelo contrário McDonald’s realmente é uma delicia, mas se pararmos para pensar como é feito os ingredientes e como é preparado, garanto a vocês que todo este encanto acabará em um piscar de olhos, mas não é só o McDonald´s, quase todas as indústrias que oferecem esta comida rápida são sujas e ‘recheadas’ de substancias químicas que podem afetar seriamente nosso organismo ao longo dos anos.
É meus amigos depois que li este livro mudei meus conceitos sobre estas empresas que admiramos, os produtos industriais estão tomando conta do mercado e acabando com o nosso interior.
Vocês devem estar se perguntando ‘então os produtos naturais são melhores?’, não, infelizmente nem os alimentos naturais escapam dos olhos de Michael, que diz encontrar inúmeros vermes e bactérias presentes, pela falta de higiene e cuidado dos agricultores de hoje em dia, ‘as aparências enganam’, o que pensamos ser nutritivo e saudável, na verdade são venenos que aos poucos vão destruindo nosso organismo.
‘Então o que devemos fazer para conseguirmos ser saudáveis?’, segundo Michael apenas rezar para que um dia todos estes donos de industrias e estes agricultores tomem juízo e parem de pensar apenas no dinheiro, e pensem um pouco na qualidade do produto oferecido a sociedade.
Leiam este livro, para que vocês possam compartilhar comigo toda esta duvida sobre nosso alimento de cada dia.
Recomendo a todos.

Comentários

  1. Gostei muito deste texto. Claro, objetivo e realista. Dificil é seguir o que é correto e certo, mas levantar esta questão já é o inicio de uma cruzada em prol da boa saude da população. Parabens.

    Luis Antonio

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas