Dossiê Herzog

Em “Dossiê Herzog” o autor da obra Fernando Pacheco Jordão, revela à história de seu amigo e também companheiro de trabalho, Vladimir Herzog, mostrando sua prisão, a tortura que Herzog sofreu e foi executado no território brasileiro.
Durante a época que ocorreu sua prisão Fernando era o diretor do Sindicato de Jornalismo de São Paulo, por isso pode escrever este livro com tantos detalhes, sobre este rapaz que hoje é visto como o único a enfrentar a censura dos militares á imprensa.
O grande problema de toda esta revolta é que naquela época o Brasil vivia sobre a ditadura militar, o que proibia a população de se expressar diante ao governo, se caso isto ocorresse o destino deste cidadão seria quase igual ao de Herzog.
É meus amigos, a vida de antigamente é que era difícil, a liberdade de expressão é um direito de todos, e é por isso que digo a vocês amigos, ‘não reclamem de barriga cheia’.
Mas apesar de toda esta injustiça feita com Vladimir Herzog, hoje podemos relembrar o passado e ver que existiram pessoas que não se intimidaram e foram de encontro à ditadura. Então o que posso afirmar é que Herzog foi preso, torturado e morto, mas como diz o próprio autor ‘ele fez a vontade de muitos cidadãos, que não tiveram a garra e a determinação deste homem’, realmente este livro retrata toda a verdade vivida pela imprensa naquela época.
Um livro maravilhoso, pois Fernando consegue transmitir toda luta de seu amigo Herzog.
Recomendo a todos.

Comentários

  1. Parabéns, texto esta cada vez mais limpo e as idéias mais elaboradas. Este é o caminho.
    Sucesso,

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas