Translate

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

"Clarissa" e "Infância"

Meus amigos, nesta tarde li 2 livros,  “Clarissa” de Erico Veríssimo e “Infância” de Graciliano Ramos. Erico e Graciliano são autores que já provaram a todos a capacidade de emocionar o leitor com críticas sociais e romances inesquecíveis.

E como prova de tudo isso Graciliano emociona o leitor na sua obra “Infância”, livro de memórias sobre a  infância pobre que teve.  Foi um garoto humilde na sua infância e não perdeu a humildade mesmo depois de conquistar a fama.  Apesar de passar Graciliano Ramos toda a infância e adolescência na extrema pobreza,  ele supera isto com felicidade e descontração. As pessoas  pensavam que era ingenuidade,  mas não,  Graciliano só queria mostrar a todos que o dinheiro não traz felicidade, o que traz é a vontade de progredir superando todas as dificuldades que a vida  apresenta.
Era o que Graciliano fazia; esquecia o sofrimento; procurava sempre aumentar a auto-estima de seu pai e de sua mãe, e seguia em frente na espera de um dia realizar todos seus sonhos.

Erico Veríssimo em sua obra Clarissa, logo nas primeiras páginas conquista o leitor com a personagem Clarissa, uma mulher forte, mas simples e humilde. Ela sempre respeitava tudo e todos, mas nunca deixava de impor suas vontades e necessidades. Era uma pessoa boa e com grande capacidade de expressar seus desejos e vontades.
Clarissa tinha um amigo chamado Amaro, rapaz de quarenta anos mas muita vitalidade física e espiritual. Estes  motivos  aproximaram Clarissa de Amaro,que a encantava com sua garra e determinação. Através destes personagens é que Erico Verissimo desenvolve o romance  deste livro.
São livros ótimos. Como já disse anteriormente, os autores  fazem críticas sociais  dentro de um romance. Recomendo a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário