Crime e Castigo


Meus amigos, hoje li o clássico “Crime e Castigo” de Fiódor Dostoiévski, livro este que na minha visão é um dos mais bem escrito e contagiante que já li.
A obra de Dostoiévski contém uma trama que já impressiona o leitor desde o início. Raskólnikov, um rapaz que vivia perambulando pelas ruas, sujo de cal, fedendo, mas a população pouco se importava já que isto é uma das características do povo de São Petersburgo.
Raskólnikov era uma pessoa pobre, que logo no inicio surpreende os leitores indo até a casa de sua vitima, a senhora Alioná Ivánovna, no caminho ele pensava em como cometer o assassinato sem deixar vestígios, então é neste ato que começa esta história, cujo é um romance policial que tem com principal característica dar pistas simples do porque aquele estudante de Direito decide matar a velha.
Entre todo este mistério Raskólnikov, conhece uma garota que se prostitui com o intuito de ‘bancar’ financeiramente sua família já que seu pai é um alcoólatra que gasta o salário no bar, local este onde se escuta muitas ofensas à senhora Alioná, ‘mentirosas ou verdadeiras?’, não tem como saber, pois Dostoiévski nos dá indícios de que todas as ofensas são falsas, como revela pista de que tudo o que dizem é verdade, ‘e será que aquela garota tem ligações com a velha?’, é outro fato que só teremos conhecimento no fim do livro.
Depois deste forte suspense, o autor nos revela o porquê do nome ”Crime e Castigo”, mostrando que realmente a velha Alioná era sim uma criminosa e que como castigo, Raskólnikov resolveu matá-la, ‘mas que crime é este?’ é o que fiquei me perguntando o livro todo, até descobrir que os atos cometidos pela velha era realmente algo fora do comum.
E é para que vocês tentem descobrir o que esta senhora fez é que recomendo este livro fantástico.

Comentários

Postagens mais visitadas