Translate

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Homem Cinderela e Cidade de Ladrões

Meus amigos, nesta tarde li os livros“Homem Cinderela”  Jeremy Schaap e “Cidade de Ladrões” de David Benioff.
O primeiro livro, “Homem Cinderela”,  revela a biografia  do lutador, James J. Braddock,  apelidado de Homem Cinderela. James  foi um rapaz que conseguiu superar as dificuldade que apareceram em seu caminho com muito esforço. Não era uma pessoa de classe alta, o que conquistava em sua vida pessoal e comercial era através de sua garra, garra esta que deu a ele uma oportunidade de crescer na vida, e foi aproveitada.
A vida mostrou-lhe o boxe, certamente seu destino já estava traçado, pois qualquer pessoa que  visse lutar num simples treino ou em uma luta  se surpreendia, pois não era comum alguém com tão pouco tempo de boxe, pudesse ter adquirido a capacidade de nocautear adversários , na categoria peso-leve, sem grandes dificuldades criando com isso uma espécie de fenômeno.  James se destacou e recebeu o apelido de Homem Cinderela , foi na categoria de meio-pesados, onde enfrentou  lutadores que assistia pela televisão,quando era ainda aprendiz. Ele admirava a técnica destes lutadores e agora, como lutador, teria que enfrentar seus idolos e suas técnicas para ser um vencedor. 
No inicio de cada luta, James, sentias apreensivo, mas esta sensação acabava tão logo o combate se iniciava. Este apreensão era transformada em força, que permitia a o Homem Cinderela derrotar todos seus oponentes.
Realmente foi fantástica toda sua carreira de herói americano, um lutador espetacular.

O livro “Cidade de Ladrões”,  relata a historia de dois prisioneiro de guerra que tiveram que lutar pela suas vidas num desafio inusitado: conseguir uma duzia de ovos para serem utilizados no bolo do casamento da Princesa da Russia. O autor relata a história de dois jovens Lev Deniov e Koyla, presos numa prisão russa, na cidade de Leningrado, por ocasião do cerco dos alemães, durante a Invasão do Exercito Alemão à Russia.
 Lev, um alemão tímido e sem muitos amigos,  teria sido preso pelo exercito russo por  não respeitar o toque de recolher, o que na época era considerado um crime gravíssimo. Na prisão conhece Koyla,  uma pessoa extrovertido, carismático,  acusado de abandonar a frente russa durante as batalhas.
Ambos são incumbidos pelo comandante da prisão conseguir ovos para o bolo de casamento da Princesa da Russia, sob pena de não conseguir, serem executados e dai o livro se desenrola, contando a angustia, o sofrimento de um povo sofrido pela guerra, onde um simples ovo era um tesouro muito valioso.
Uma bela trama, onde o autor pode mostrar que  desafios simples como conseguir ovos, nos dias de hoje, foi transformado numa missão bastante árdua, que precisou de muita coragem, sabedoria e amizade para conseguir. A vitória da missão resultou na liberdade de ambos, condicionado a continuarem ajudando o exercito russo na luta contra os alemães.
Uma linda historia!

 Ambos os livros são ótimos, cada um com seu estilo, mas  são muito bem escritos, recomendo a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário