Translate

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Diversidade Literária

Meus amigos, hoje resolvi ler três livros, "Filha Mãe Avó e Puta" da autora Gabriela Leite, "Correndo com Tesouras" de Augusten Burroughs, e "Urupês" de um dos melhores escritores brasileiros Monteiro Lobato. O primeiro livro, obra de Gabriela Leite, retrata a vida de uma mulher que quando cursava filosofia em uma das faculdades mais prestigiadas do Brasil, a USP, também trabalhava como secretária para conseguir sustentar sua família. Vendo que o salário não era suficiente resolveu se prostituir, montou um bordel, deixou que fizessem de tudo com seu corpo, mas sempre rezou para que sua filha não seguisse a mesma direção, situação que não ocorreu, sua filha tornou-se uma mulher decente, casou-se, e teve uma filha. O livro mostra que apesar daquela filha, mãe e avó ter se perdido no lado da prostituição, seu principal intuito era ajudar a família.
O segundo livro, obra de Augusten Burroughs, nos revela através do humor como que a infância de um homem pode afetar o decorrer de sua vida, o mais engraçado de todos o fatos é saber que tudo aquilo ocorreu com o próprio autor, e apenas pela forma de escrever o leitor consegue ter a sensibilidade de perceber como toda essa loucura da família realmente modifica o ser humano.
Já o terceiro livro, de Monteiro Lobato, narra os acontecimentos com nosso povo, as diversas histórias contadas por caipiras e índios, realmente é um livro que teve a capacidade de mostrar para o mundo como somos, como surgimos e como vivemos, mostrou nossas diversidades, raciais e culturais. E como ilustre personagem, Monteiro Lobato deu vida a Jecá Tatu, caboclo brasileiro responsável por nos mostrar este pais lindo em que vivemos.
Recomendo todos os livros, "Filha Mãe Avó e Puta" indico para os leitores que gostem de ver a luta de uma senhora para ajudar sua família, "Correndo com Tesouras" para quem goste de relaxar e se divertir com o livro, "Urupês" recomendo para as pessoas que se interresem por saber um pouco mais do nosso pais, nossas culturas e nossas raças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário