Bonnie e Clyde – A Vida por Trás da Lenda

Vendo hoje nos noticiários a atuação da policia nos morros do Rio de Janeiro em busca de bandidos muito bem armados e perigosos, não pude deixar de fazer uma comparação com os dois inimigos públicos mais conhecidos dos EUA, mortos a mais de 75 anos. Hoje faço um breve comentário de um excelente romance, que se transformou em um dos maiores sucessos editoriais e cinematográfico na década de 60, que foi “Bonnie e Clyde – A Vida por Trás da Lenda”
A carreira criminosa da dupla começou quando Clyde ao fugir de casa encontra Bonnie e logo se apaixonam. Sem dinheiro e sem trabalho e resolvem fazer um pequeno furto em uma loja, com o objetivo de conseguir algum alimento. O golpe deu certo e despertou o desejo de continuar na vida do crime. Neste instante até a morte de ambos, numa emboscada armada pelo FBI, foram inúmeros roubos em  comércios, postos e bancos, inclusive em uma dessas ocasiões Bonnie acaba matando uma pessoa durante o assalto.
Pela coragem e ousadia da dupla, e por não ter na época uma polícia cientificamente preparada e os bancos com os recursos de segurança de hoje, Bonnie e Clyde encontravam poucas dificuldades em cometeram os assaltos. Transformaram-se diante disto em uma lenda que a imprensa da época tratou de eternizar. Em uma época em que histórias de gângster eram acompanhadas como hoje se acompanha a novela das oito e a sociedade precisava de heróis e malvados para fugir do amargor da depressão econômica
A fama desses bandidos foi tão grande que a história despertou o interesse do autor Paul Schneider que após intensas pesquisas escreveu “Bonnie e Clyde – A Vida por Trás da Lenda”, um grande sucesso editorial até o dia de hoje.
Vocês, amantes da leitura, não pedem deixar de ler este romance. Um Livro cheio de aventuras, suspense, romance e embora com um final previsível é uma obra que considero indispensável.
Recomendo a todos.

Comentários

Postagens mais visitadas