Translate

quinta-feira, 27 de março de 2014

ATÉ O ÚLTIMO HOMEM






A linha editorial do meu blog sempre foi a leitura. Nunca quis e nem pretendo publicar neste espaço resumo de livros, pois isto seria uma tarefa difícil e com grandes possibilidades de erros, mas sempre tive como foco principal convidar amigos a lerem obras que gostei e posso recomendar.
Não é muito, mas é uma oportunidade do leitor ter uma ideia do conteúdo do livro a ser lido e parece que deu certo, pois já tive no tempo de vida do blog mais de 200.000 acessos.
Em quase 200 publicações que fiz, comentei sobre livros bibliográficos, romances, auto ajuda e alguns livros técnicos e intercalei nestas publicações alguma coisa minha.
Hoje vou convida-los a conhecerem um romance para os apaixonados pelas historias da primeira guerra mundial. Trata-se de "ATÉ O ÚLTIMO HOMEM" do escritor americano JEFF SHAARA, ganhador do Premio Pulitzer.
O livro tem um texto magnifico e em 921 paginas, o autor faz um exame abrangente e profundo da Primeira Guerra Mundial, com lances e passagens verdadeiras, desde o que se diz respeito aos sentimentos dos soldados da linha de frente até os desafios do Alto Comando.
Primavera de  1916, foi quando a Frente Ocidental na Europa, encontram-se em grande impasse, pois estão unidos a França e a Grã Bretanha e do outro lado a Alemanha, que os ameaça. Nesta época praticava-se a guerra de trincheiras, mas a tecnologia da ocasião criou uma nova arma mortal, o avião e com ele surge um novo tipo de herói -  os ases da aviação.
No terceiro ano do conflito, os Estados Unidos, neutros até então, são forçados a entrar na guerra, mas estão despreparados e mal equipados para entrar numa guerra que já tinha a conotação de um conflito mundial.

O comandante do exercito americano, o general John "Black Jack"Pershing leva à Europa os primeiros soldados da Força Expedicionária da América. Encorajado pelo espirito de força e ousadia dos soldados americanos, o mundo fica na expectativa de ver os rumos da guerra serem mudados.
"Até o Ultimo Homem" reproduz com vivacidade comovente e precisão os cenários desse conflito por caminhos que o autor consegue traçar, transformando esta obra imperdível para quem gosta de uma boa leitura.
Vale a pena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário