INVERNO DO MUNDO


A trilogia ‘O Século’ de Ken Follett, no momento é composta apenas pelos dois primeiros livros, sendo que o terceiro livro será lançado em 2014. O primeiro volume da serie  “Queda de Gigantes”,  foi um grande sucesso editorial no mundo todo, fato que o autor Ken Follett espera repetir com o segundo livro da trilogia  “Inverno do Mundo”, que comento nesta edição do blog.
“Inverno do Mundo” dá continuação  a história das cinco famílias de nacionalidades distintas, protagonistas do livro “Queda de Gigantes” que sofreram com a Primeira Guerra Mundial e agora vivenciaram a ascensão e chegada ao poder do Terceiro Reich, o inicio da Segundo Guerra Mundial, a Guerra Civil Espanhola e as explosões das bombas atômicas no Japão.

A história se inicia com Carla Von Ulrich, uma garota de apenas 11 anos que ao ver a preocupação e apreensão de sua família sócio-democrata,  com a ascensão de Adolf Hitler que expandia seu poder pela Alemanha. Carla se mostra contra o nazismo, a exemplo de seu pai, que era membro do partido que fazia oposição a Hitler.
Erik, irmão de Carla, contrariando sua família, se alia ao partido nazista,  apenas para  acompanhar seus amigos. Porém com tempo Erik  leva consigo a demonstração do grande erro que cometeu e o faz repensar sobre seus atos.

Em meio a tudo isso, chega à Berlim a ex-deputada trabalhista do Parlamento Inglês Ethel Leckwith, colega da mãe de Carla, na companhia de seu filho Lloyd, um jovem estudante que sentirá, mais do que todos a  cruel realidade do nazismo.
Lloyd conhece um grupo de alemães decidido a enfrentar Hitler, dentre eles estava Werner, namorado de Carla. , Essas pessoas contrarias ao regime nazistas  são contratadas como espiões por Volodya, um jovem russo que fazia parte do setor de Inteligência do Exercito Vermelho. Sua  habilidade fez com que ele se tornasse a maior promessa da Inteligência do Exercito Russo.

Volodya, no entanto, nem imagina que tem  mais dois irmãos na América, a socialite Daisy, pela qual Lloyd, ao voltar para a Inglaterra se apaixona. Ela  representava tudo que sua família de operários esquerdistas mais desprezava. Daisy, por sua vez, está mais interessada no aristocrata Boy Fitzherbert, piloto amador, membro importante da União Britânica de Fascistas.
Outro irmão de Volodya, é Greg, que ao contrario de sua irmã, Daisy, glorifica e almeja um dia ser igual a seu pai, Lev. Mas sua vida mudou muito depois que conheceu Jacky Jakes, uma linda mulher negra, com quem tem um caso. Como físico,  Greg faz parte Manhattan Project, que foi o responsável pela construção da bomba atômica que atinge Hiroshima e Nagasaki.

Somente pensando no dinheiro, Daisy se casa com Boy, que era ambicioso e muito preocupado com seus interesses,  que se interligavam com o Partido Fascista  e não sabia que era  irmão de Lloyd. Porém, devido a guerra, a vida de Daisy e seus pensamentos começam a mudar, transformando-a de uma patricinha fútil para uma mulher guerreira e preocupada com a população e a política. Ela, neste processo de  transformação começa, aos poucos  se apaixonar por Lloyd, mas a Guerra ainda irá fazê-la  sofrer muito.

Lloyd herdou todo o comprometimento político da mãe e de seu pai adotivo, que o adora como se fosse filho verdadeiro. Ele a princípio não sabe que é irmão de Boy, e despreza o irmão. Lloyd é marcado por uma demonstração da força do partido nazista na Alemanha, onde testemunha junto com a mãe todo o horror que os nazistas são capazes de infligir. Por isso, se opõe fortemente ao regime fascista e nazista, tanto que acaba por ser voluntário na Guerra Civil Espanhola, numa tentativa de depor Franco.
Ainda na América, vale destacar os personagens Woody e Chuck Dewar. Ambos são filhos de Gus Dewar, membro do governo americano. Woody é fotógrafo, sonhador e doce, mas que vê sua vida marcada por uma tragédia em Pearl Harbor, a base naval dos Estados Unidos que foi quase totalmente destruída pelo ataque aéreo do Japão fez sobre o local. Seu irmão, Chuck tem um grande segredo e também vê sua vida perder o rumo depois de Pearl Harbor. Enquanto Woody segue os passos do pai, mesmo contra sua vontade, Chuck se alista na marinha, e assiste, junto com a família, ao ataque a Pearl Harbor.
Ken Follett
Ken Follett com toda sua rara habilidade consegue de uma forma brilhante e bem detalhada, reunir cinco histórias, a principio, incapazes de se ligarem, num livro que abrange fatos históricos, que se encaixam perfeitamente no contexto, num enredo extraordinário, que deixa  o leitor curioso e apreensivo, com o futuro de cada personagem.

Recomendo a todos.

Comentários

  1. Ken Folleti é um escritor sensacional que vale a pena ser lido. Muito boa sua resenha.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas