Translate

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

MÉDICO DE HOMENS E DE ALMAS


O livro “Médico de Homens e de Almas”  de  Taylor Caldwell um livro sobre a vida de São Lucas, desde a sua infância até a fase adulta.
Quando criança, Lucano, como São Lucas é chamado no livro, embora tenha sido o único apostolo que não conheceu Jesus Cristo,  amava o Deus Desconhecido de corpo e alma, chegando a ficar em estado de graça após as suas orações e meditações.
Mas foi só acontecer algo ruim em sua vida para que ele passasse a culpar esse mesmo Deus. Ao perder o grande amor de sua vida, sem poder fazer nada para ajuda-la, Lucano mudou a sua postura com Deus e começou a culpá-lo por todas as desgraças que aconteciam com as pessoas. “Se Deus é tão bom porque não pune apenas os maus? Porque as pessoas boas que o louvam sofrem tanto?”
Essas eram algumas das indagações feitas por Lucas que só vai começar a acreditar no Pai novamente, num dos trechos mais emocionantes do livro, quando Deus faz com que ele encontre uma pessoa, que vinha procurando há muitos anos. Após o seu reencontro com o Deus, Lucano ensina-nos que esse Deus é o Deus do amor e não da vingança e que até o fatos negativos e tristes que acontecem em nossas vidas acabam sendo importantes para o nosso crescimento como seres humanos.

É a partir deste encontro que  São Lucas começa a escrever o seu evangelho baseado no que ouvira dos Apóstolos e Discípulos de Jesus. Ele deixaria a primeira parte do seu livro reservado para o relato de Maria, a mulher que carregou Deus em seu ventre e para tanto, passa vários meses à procura de Maria e quando ele a localiza o encontro é repleto de emoção.
Maria relata detalhes da infância de Jesus, do amor de seu esposo José pelo Menino Deus e dos brinquedos que fazia para ele quando garoto, do embate entre Jesus e Satanás que ao tentar seduzi-lo a esquecer da humanidade, fugindo assim da crucificação, acaba sendo refutado e expulso pelo Cristo. Maria conta ainda, de maneira minuciosa como foi o momento da aparição do Arcanjo Gabriel que anunciou que ela seria a mãe de Jesus. Revela também detalhes de seu encontro com a prima Isabel e da origem do canto Magnificat.
Antes disso, Lucano encontra Hillel, o rico judeu, em profunda depressão, desejando apenas a morte, arrependido de não ter seguido Jesus e que já tinha sido crucificado. Cabe à Lucano acalmar o espírito atormentado do homem, dando-lhe a paz que procurava.  Após ouvir as palavras reconfortantes do apóstolo, Hillel se recupera e narra com pormenores como foi o seu encontro com Jesus naquele dia. Após este momento, Hillel, torna-se um dos melhores amigos de São Lucas, ajudando-o, inclusive, a localizar o paradeiro de Maria.

Outra passagem que merece ser lembrada é o encontro de Lucano com Prisco, o soldado romano que foi incumbido de realizar a  crucificação de Jesus. Taylor Caldwell narra que  os homens que fixaram os cravos que rasgaram as mãos e os pés de Jesus durante a sua crucificação estavam sob o comando de Prisco, que após a morte de Jesus Cristo se entrega ao remorso e em seu leito conta toda a sua história para Lucano. Este seria o Evangelho da crucificação escrito por São Lucas.
Muitos outros personagens importantes cruzam o caminho de Lucas e assim o apóstolo vai ouvindo os testemunhos dessas pessoas e escrevendo o seu Evangelho, como do governador romano Pôncio Pilatos, que condenou Cristo a morte e lavou as mãos

Um livro, simplesmente fantástico, com um teor bíblico, porém sem perder a emoção e maravilhosa condução da escrita, com uma bela história.

Recomendo a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário