Ponte para Terabítia



Uma amiga  de escola comentou comigo sobre o livro “Ponte para Terabítia”. Ela tinha que fazer um trabalho escolar a respeito e sugeriu que eu lesse o livro e se gostasse, publicasse uma resenha no blog. Eu já tinha lido este livro à alguns anos e resolvi rele-lo e confesso que gostei muito. Ponte para Terabítia é um livro classificado como literatura infantil e foi escrito por Katherine Paterson e teve sua primeira edição publicada em 1977.
Como a maioria dos livros voltados para o publico infantil, a leitura deste livro é muito gostosa, leve, de fácil entendimento, que conta a historia da amizade entre os personagens principais da obra Jess Aaron s e Leslie Burke. Jess Aarons era um garoto tímido e sentia-se importante quando estava correndo. Sempre ganhava as corridas que disputava com os colegas de escola, mas uma vez ele perdeu. E perdeu exatamente para Leslie Burke, uma garota, filha única de escritores, que havia se mudado para uma casa ao lado da sua. Ficaram amigos por causa do fato de viverem bem próximos, e também o fato de eles serem perseguidos pelos valentões da escola.

Não é utilizado no livro a expressão “bullying”, mas era o que acontecia com os dois.
Eles adoravam a companhia um do outro e num desses encontros, Leslie tinha uma imaginação muito fértil, e Jess, uma grande paixão secreta por desenho, resolvem num bosque próximo da casa deles criar um reino somente deles e dão nome a este lugar de Terabítia, e se nomeam rei e rainha.

Para chegar lá, eles atravessam um pequeno riacho numa corda bem grossa, pendurada numa árvore às margens do riacho. O cãozinho que Leslie ganha de Jess no Natal, recebe o nome de Príncipe Terrian (ou P.T.), para ajudá-los a lutar contra os "monstros", que querem roubar Terabítia deles.
A professora de musica de Jess era a senhorita Miss Edmunds, que adorava os desenhos que o garoto fazia e ele sentia um amor platônico por ela e em certa ocasião ela o convida para visitar um museu. Jess fica tão empolgado com o convite e com a possibilidade de estar sozinho com sua amada professora que não convida sua amiga Leslie para acompanhá-lo.
Leslie, que não tinha o que fazer no dia que Jess foi ao museu, resolve ir a Terabítia sozinha e quando estava atravessando o riacho, a corda que era utilizada como ponte arrebentou e ela caiu e desmaiou ao bater a cabeça numa pedra, e como naquela época do ano o riacho estava com as águas muito altas, ela morreu afogada.

Após a morte de Leslie, Jess vai a Terabítia junto com O Príncipe Terrian fazer uma cerimônia em memória da garota. Mas é seguido por sua irmã May Belle. Ela queria apenas ajudar Jess na homenagem que ele iria prestar a sua amiga, mas ele, ainda muito abalado, fica irritado e grita muito grosseiramente com ela, deixando-a muito triste.
Depois da morte da filha, os pais de Leslie resolvem se mudar e levam junto o cãozinho Príncipe Terrian, mas deixam para Jess os livros de Leslie e um pouco de madeira, que ele constrói uma ponte sobre o riacho, para que ninguém mais se acidente, e se reconcilia a amizade com sua irmã May Belle, coroando-a princesa de Terabítia.

Esta historia é tão bonita e comovente que foi transformada em filme por duas ocasiões. Em 1985 foi realizado um filme para a televisão e uma nova versão, agora para o cinema, foi editada em 2007. Certamente, você, meu amigo, caso não tenha oportunidade de ler este livro e tiver oportunidade de ver o filme, não perca a chance de fazê-lo. Com certeza, vai adorar!

Recomendo.

Fotos obtidas pela Internet

Comentários

  1. gostei muito do filme
    parabens!!!!!!!!!!!
    parabens!!!!!!!!!!!
    parabens!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas